Nossa História - Ribeiros do Valle

Os antecessores dos Ribeiro do Valle, vindos do norte de Portugal ou do Arquipélago de Açores, aportaram no Rio de  Janeiro no final do século XVII. No decorrer do século XVIII adentraram o país com destino às Minas Gerais, onde os irmãos Francisco e Vicente Ribeiro do Valle fixaram suas raízes. Assim se solidificaram nas Gerais, onde a principal forma de sustento era a cultura cafeeira. O tempo passou, de geração para geração, até chegarmos ao ponto de partida do nosso site. Hoje a senhora Rosa Maria Ribeiro do Valle Nicolau, farmacóloga residente de Guaxupé, seu marido Mauro Nicolau e seu filho Vitor Ribeiro do Valle Nicolau são responsáveis por 96,8 hectares herdados de Joaquim Pedro Ribeiro do Valle. Inicia-se uma nova geração na cultura com o café.

Hoje a fazenda tem suas práticas pautadas pela sustentabilidade, levando em consideração os aspectos sociais, ambientais e econômicos, visando grãos de melhor qualidade que atendam os consumidores mais exigentes. Com esse objetivo a Fazenda Tulha iniciou no ano de 2013 uma campanha permanente de redução do uso de agrotóxicos, assumindo uma visão agroecológica da lavoura. Dos 54 hectares de café, 4 hectares são destinados a cultura do café orgânico, sendo nosso modelo à ser ampliado para toda a fazenda. Ainda dentro do campo ambiental, a fazenda conduz o Projeto Organicidade, que consiste no tratamento de resíduos sólidos orgânicos através da compostagem, uma importante fonte de matéria orgânica para a lavoura. A fazenda também conta com áreas de preservação, enriquecidas anualmente com o plantio de árvores nativas.